O Galaxy J7 Prime é a aposta da Samsung para enfrentar concorrentes de peso, como o Zenfone 3 e o Moto G4. E ele traz armas poderosas para isso, como corpo em metal, sensor de digitais e uma boa quantidade de memória. Será que ele consegue?

Foi surpreendente a Samsung ter lançado uma versão nova do Galaxy J7 (fazia pouco tempo que ela havia lançado o Galaxy J7 Metal). Felizmente, o Galaxy J7 Prime é um ótimo aparelho, começando pelo seu acabamento, com tampa traseira em metal e vidro frontal 2.5D. Inclusive ele traz o alto falante externo na borda lateral, posição bastante incomum.

E o Galaxy J7 Prime é o primeiro smartphone da Samsung a trazer o sensor de impressão de digital por toque. Ou seja, mesmo ainda posicionado no botão “home”, que é físico e de clicar, para ativar o sensor basta encostar o dedo previamente cadastrado. Até aparelhos superiores da empresa, como o Galaxy S7, precisa que o botão seja clicado para ativar o sensor. Ponto para o Galaxy J7 Prime.

Ele ainda é dotado de duas câmeras com abertura focal de F/1.9, que permitem uma maior captação de luz em ambientes pouco iluminados. Ambas possuem flash e filmam em Full HD. A traseira possui 13Mp, enquanto que a frontal, 8MP.

Com uma tela Full HD de 5,5 polegadas, o Galaxy J7 Prime não é um smartphone compacto, mas as bordas finas melhoram a “pegada” do aparelho. Ela é o do tipo LCD TFT, inferior ao amoled, mas traz um painel PLS que melhora a nitidez e os ângulos de visão. Na prática, temos uma tela LCD no mesmo nível dos concorrentes, como LG e ASUS.

Quer saber mais do Galaxy J7 Prime? Então assista ao vídeo de impressões sobre esse aparelho, onde contamos todos os detalhes deste lançamento da Samsung. Confira!